O que levo na bolsa

Ok, na verdade não é na bolsa que não cabe tanta coisa, kkkkk!! Mas deixo dentro do carro essas duas necessaires, cada uma em uma porta da frente (além do mais o porta-luvas já está cheio com lenço umedecido, guarda-chuva, manual e documento do carro, carregador de celular, caixa do som… rsrsrsrs). Vim aqui mostrar pra vocês inclusive com vááárias dicas para vocês montarem as suas.

minha necessaire

A de cima tem os produtos de maquiagem e a de baixo tem os outros itens de sobrevivência. Ganhei as duas de brinde na Beauty Fair do ano passado, que tinha o Congresso de Maquiagem em parceria com a Vult, que também fabrica os produtos do Duda Molinos. Elas vieram cheinhas de produtinhos e eu fiquei doidinha, como vocês podem imaginar!

Eu sempre procuro selecionar produtos velhos / baratos e em tamanho miniatura. Primeiro porque, se por acaso eu perder ou roubarem, eu não vou perder meus itens xodó, segundo que assim ocupa menos espaço (dica da tia Lu. Anota, gata!). Como eu tenho saído muito de cara lavada, o meu kit está cheio, com o suficiente para fazer uma maquiagem completa, mas se fosse um kit só para retoque, teria apenas um corretivo, um pó, um batom que eu também usaria como blush e uns 2 pincéis.

necessaire de maquiagem

Lá em cima eu tenho 4 batons de cores bem diferentes: marrom escuro, coral, nude e rosa, todos bem baratinhos da Panvel (farmácia do Sul que tem sua linha própria de maquiagem, recebi indicação da Marina do 2beauty), da linha aquarela da Natura e da Marchetti. É pra dar variedade mesmo, pra não ficar sempre com uma cara só. DICA: o ruim do batom barato nunca é a qualidade do batom, mas a qualidade da embalagem! Fiquem atentas a isso porque, tirando o da Natura, todos os outros estão com a tampa quebrada e se você deixar solto na bolsa, pode escrever que é desastre! Vai melecar tuuuudo! Eu guardo num saquinho pequeno que não deixa nem espaço para as tampas caírem.

Na coluninha da esquerda: corretivo pastoso da NYX, pó HD da Make Up For Ever e um porta lentes de contato que tem de um lado um tico de base e no outro um tico de corretivo líquido. Recebi essa dica da minha amiga Renata que catou isso no instagram de alguém e me marcou. Adorei, é super prático e economiza um espaço enorme! Não é dica de tia Lu, mas mesmo assim anota, gata!

No meio temos um gloss transparente básico da Avon pra transformar o look quando der vontade, a minha máscara Colossal querida do coração, lápis preto 24/7 da Urban Decay e embaixo um cotoquinho de lápis para sobrancelha da Contém 1g. O lápis preto eu recomendo que seja à prova d’água, assim você consegue fazer as vezes de sombra passando ele e esfumando com o dedinho que ele não vai borrar. Se ele for do tipo bem macio / kajal, ele vai acumular nas dobrinhas, derreter, não vale à pena, esse tipo de produto é difícil de funcionar sozinho porque não segura. Anotou?

Na direita tem um monte de pincéis, um que eu uso para o pó e para o blush, um de base que eu uso muito pra corretivo, um retrátil para lábios, um de esfumar sombra que eu também adoro para corretivo líquido e lá em cima um mini kabuki da Bare Minerals que eu ganhei de brinde quando fui na Sephora de São Paulo (viva a política de dar brindes mesmo quando só se comprou um demaquialnte! Sephora eu te amo!). NÃO PRECISA de tanto pincel, tá? Uma pessoa normal pegaria apenas um para blush e pó, mas essa é uma mania que eu peguei ao longo do tempo: eu uso muito pincél, sou viciada!

Por fim, lá embaixo um blush da Artdeco mais velho que a fome, mas que eu não vendo nem troco! Está quase acabando e eu deixei agora na bolsa para ele passar seus últimos dias.

A necessaire sobrevivência é até bem vazia se comparada à de maquiagem:

necessaire sobrevivência

Caixinha com absorventes, cera para cutículas da Granado que salva a vida da pessoa, uma pinça, um mini-desodorante, um pendrive, uma fitinha métrica de papel da Etna, um frasquinho com hidratante e outro com álcool em gel (tipo embalagem de hotel reaproveitada, sabe?), um perfuminho e uma escova de cabelo. Está faltando aí uma lixa de unha e um remédio para dor-de-cabeça.

Últimas dicas:

– Se vocês também deixarem esses produtos no carro, lembrem que isso encurta demais a vida útil deles por causa do calor e da luminosidade. Fiquem atentas a peda de textura e cheiros estranhos, são o sinal que você precisa trocar o produto;

– Não leve o mesmo batom que você passou em casa – esse é um ótimo truque para mudar de cara ao longo do dia e se divertir mais com a própria maquiagem;

– De vez em quando mude os produtos da necessaire. Se você estava usando lápis preto, troque por um marrom e depois por uma sombra, se o blush é em pó, troque por um cremoso e assim por diante. Além de uma ótima forma de gastar os produtos que ficam esquecidos em casa, também exercita a nossa criatividade para bolar sempre novos looks e sair da mesmice;

– Invista em produtos transformadores de look. Cada mulher tem o(s) seu(s), que quando aplica se sente num outro nível, mais arrumada, pronta para arrasar naquela ocasião que surgiu de última hora. Para umas são os iluminadores, para mim foi um gloss transparente, pode ser também um batom escuro, vocês que vão dizer. Não deixe de adicionar esse item na sua necessaire!

 

Anúncios

Maquiagem de mãe

Tem umas coisas engraçadas… Não sei nem dizer pra vocês quantos itens eu tenho no meu kit de maquiagem, tenho de várias marcas, muitas vezes vários produtos com a mesma finalidade, uns tantos que eu não gostei mas ainda guardo… Pois mesmo assim, TO-DA vez que vou maquiar alguém eu passo no armário da minha mãe e pego algumas coisinhas emprestadas! rsrsrsrsrs…

Não tem uma justificativa lógica. Se eu não os levasse, certamente não passaria por nenhum aperto, muitas vezes eu nem chego a usá-los, mas são produtos muito bons, não só pela fórmula bacana (duram na pele, não borram, etc), mas também pelas cores que são bem versáteis! E é sempre bom ter esse tipo de produto no nosso kit, né? Eu tenho os meus, mas os da minha mãe serão sempre os da minha mãe (tadinha dela!).

maquiagem da minha mãe

Aí estão eles: Lash Power Mascara da Clinique, Halo Hydrating Bronzer da Smashbox, Pot Rouge for Lips and Cheeks da Bobbi Brown na cor Pink Truffle e base Teint Miracle da Lancôme na cor 02.

Lembrei do meu irmão que confessou que, quando era pequeno, sentia sede toda vez que via minha mãe bebendo um copo d’água, rsrsrsrs. Eu até hoje acho o travesseiro da minha mãe o mais gostoso e cheiroso do mundo! Por que as coisas da nossa mãe são sempre melhores?

Bom, aí vocês me perguntam: e o que esses produtos têm de tão especial? Opa, então vamos a eles!!!

A máscara da Clinique tem uma escovinha bem fininha, perfeita para passar nos cílios inferiores sem correr o risco de encostar na pele. É natural borrar, todo maquiador profissional borra de vez em quando, mas dá uma trabalheira deixar tudo perfeito depois, perde tempo… Melhor evitar. E uma coisa que eu amo nessa máscara é que ela não derrete, mesmo sem ser à prova d’água. Ela seca fazendo uma cápsula ao redor do fio que não sái do lugar. Quando você vai remover, ela esfarela, mas não derrete, sabe como é? Carne de pescoço a danada, muito boa! Eu não uso nos cílios superiores porque ela não dá mega volume nem comprimento, então passo só nos cílios inferiores que o efeito fica na medida.

O bronzer da Smashbox me conquistou pelo tom. É aquela cor perfeita que casa com muitos tons de pele, não tem brilho, não é muito alaranjado e pode ser usado tanto pra fazer contorno quanto como blush. Curingão! Agora é ultra pigmentado e é pó solto, então tem que ter o maior cuidado pra não vir muito no pincel!

maquiagem de mãe 2

Olha aí os produtinhos abertos para vocês visualizarem melhor.

O potinho da Bobbi Brown é o tipo do produto salva-vidas. Coloca ele na bolsa com um rímel e um corretivo e você não precisa de mais nada. Ele é tipo uma pasta, mas longe de ser melequenta, que você pode usar tanto como blush (o efeito é perfeito, parece que é a cor da sua pele natural, coisa que o pó não dá) como batom (aí o efeito é mais sequinho e de novo: parece que você não está usando nada, que é a cor natural dos seus lábios). Nas clientes eu uso muito como blush, e depois venho com um tiquinho de blush em pó por cima, isso ajuda demais na fixação. Ninguém lembra de dar atenção à duração do blush, mas em qualquer evento (formatura, casamento, etc) a cliente chega e depois de passar 15 minutos cumprimentando as pessoas com 2 beijinhos na bochecha o produto já foi todinho embora! Fixa esse blush, gata!

Essa base da Lancôme é super elogiada e depois que a Kate Middleton usou no seu casamento todo mundo enlouqueceu com ela! É verdade que hoje temos outras bases hit por aí, mas a Teint Miracle continua maravilhosa! Não sei nem explicar, a não ser dizer que ela é perfeita! Pense numa qualidade e eu vou dizer que ela tem! Duração? Horas! Leve? Parece que você não está usando nada! Cobertura? Você vai passar um mínimo de corretivo! E por aí vai…

maquiagem da minha mãe 3

E por fim os produtos na pele. A máscara eu não apliquei na minha mão que não iria fazer o menor sentido. A base é bem clarinha e adoro fazer efeito iluminado com ela, às vezes ela serve até de corretivo. A pastinha da Bobbi Brown é hiper pigmentada, tem que ter cuidado e ir construindo o efeito aos poucos. Esse tom vai bem em todo mundo, depende da intensidade com que você aplica (quanto mais escura a pele, mais camadas vai precisar). O bronzer dá pra ver que “conversa” super bem com o meu tom de pele.

Amo as maquiagens da minha mãe e poderia falar aqui sobre outros tantos produtos que ela têm, mas esses são os que eu mais uso! É muito gostoso, e até mesmo enriquecedor para um maquiador profissional, fuçar kits de outras pessoas para entrar em contato com produtos que normalmente não compraríamos porque todo mundo tem uma zona de conforto, né? Recomendo demais esse exercício, porque além de ampliar nossas referências, é uma delícia!!