Fashion Rio: Oh, Boy!

A Oh, Boy! trouxe um olho liiindo assinado pelo Max Weber (gênio), que fez um olho oriental todo trabalhado no glitter.

Glitter dourado do canto interno até a metade da pálpebra e quase chegando na sobrancelha. Na linha inferior, traço gordo de glitter marrom fazendo um puxadinho reto no canto externo.

Ah, e sobrancelhas marcadas na linha superior. Nessa foto dá pra ver que o blush foi bem rosa e aplicado no alto, em cima do osso da bochehca e quase batendo no olho. Achei uma graça! Tá vendo como você pode adicionar uma novidade à sua maquiagem apenas mudando o lugar onde aplica o produto? Olha a dica!

A boca foi apenas hidratada, nada de cor. Nessa foto dá pra ver que deixaram a pele bem branquinha, né? E a pontinha do nariz foi colorida. Tudo parte da caracterização da mulher oriental da coleção.

E como adaptar? Simples: troca o glitter por sombra (dourada em cima e marrom em baixo) e “encurta” o traço de baixo. Como o look pode apagar um pouco a definição do olho, caprichei na máscara para realçar mais:

 

Rímel borradinho… Ops!

Simples demais, gente! E eu pensei que fosse ficar meio estranho passar sombra só na primeira metade da pálpebra superior, mas como o dourado é um tom que conversa bem com a pele, isso ficou como um detalhe.

E não sugeri nada de blush nem batom porque as opções do desfile são boas de copiar ao pé da letra, não precisa adaptação. E quem não quiser copiar usa qualquer coisa porque esse olho é muuuuito versátil!

Maquiagem para noivas

Maio é mês das noivas e eu sei que muitas de vocês querem dicas para arrasar nesse dia especialíssimo, por isso eu vou falar sobre o que eu acho mais importante para levar como lema para seu maquiador ou para o seu momento maquiadora profissional, se você for fazer seu próprio look.

Algumas coisas são básicas:

Primeiro e mais importante, a maquiagem da noiva tem que ser embelezadora. Mas como assim? Toda maquiagem é embelezadora! Bom, não esqueça que temos 2 tipos básicos de maquiagem: aquela que te deixa mais bonita “conversando” com os seus traços e o seu tom de pele e aquela que também pode te deixar linda, mas fazendo justamente o oposto, apostando no contraste. As duas têm seu lugar e as duas podem ter um efeito final lindo, mas no grande dia é melhor você investir na primeira opção, não apenas porque é a mais “segura” mas porque o efeito final é de fato mais embelezador e mais atemporal. E vamos combinar que foto de casamento é pra sempre e é bom que a gente fique gatinha, né?

Dentro disso a gente pode pensar uma série de coisas. Quanto às cores, as branquinhas podem usar tons mais puxados pro rosa, cinza, ameixa, azul, enquanto as morenas para o marrom, coral, dourado, pêssego e por aí vai, já as negras seguram bem qualquer cor, desde que não muito claras, pra não chocar com a pele.

Quanto à aplicação da maquiagem, pense que você quer deixar seus traços mais nítidos, realçá-los para ficar mais bonita sendo você mesma, então vale a pena reforçar o desenho natural das sobrancelhas, contornar os lábios com um lápis na mesma cor do batom ou com a ajuda de um pincel usando o próprio batom, definir o olhar com algum contorno (como você preferir: com lápis, ou sombra escura, só no cantinho ou no olho todo), não abrir mão do blush “ar de saúde” nas maçãs do rosto e do iluminador. Sim, e não esquecer jamais de investir nos cílios! Aí vale uma máscara power sozinha ou somada a cílios postiços (quem não gosta muito da idéia pode adotar os em tufinhos que garantem o efeito de forma mais discreta).

ATENÇÃO: Se for contornar o rosto com bronzers ou afins muuuuuuuito cuidado, mas muito cuidado meeeeesmo! É muito fácil você sair se achando linda e nas fotos sair com cara de quem não tirou direito a máscara de argila! Pode ficar com cara de sujeira! Esse é o tipo de produto que, se você conseguir enxergar no rosto, tá demais.

Olha a fofinha se preparando.

Essa primeira regra pode ser esquecida se, e apenas seeeeee você já for filiada da maquiagem “contraste” no seu dia a dia. Traduzindo, se você é branquinha e vive de batonzão vermelhão, é negra e vive de batom claro, é de qualquer cor que o valha e abusa do delineador à la Amy, não abre mão disso na hora do casamento! O motivo é também a regrinha número 2: invista no que você já costuma usar. O motivo é simples, no dia do casamento você quer ser você!!! Claro que melhor, mais bonita, com uma pele incrível e tudo mais, mas indiscutivelmente você! Se você vive de batonzinho nude, será que vai ficar à vontade num cor de vinho bem no dia do casamento? A primeira impressão vai ser de encantamento ou de estranheza? Vai conseguir segurar?

Eu não sou muito a favor de quem não usa quase nada no dia a dia e decide compensar tudo no casamento! Pode dar super certo, mas se der errado o estrago é grande! E acho que é um dia tão especial, tão cheio de informação que se você conseguir se sentir confortável nesse aspecto, menos uma preocupação. Quem nunca usou batom forte vai abrir menos a boca com medo dos dentes estarem sujos, quem nunca usou postiços vai estranhar a piscada, quem nunca usou olho escurão vai ter medo de chorar… Vale a pena? Eu acho que não! Agora, se eu fosse do time “cara lavada”, ia fazer um esforcinho para me familiarizar antes: procuraria looks que me agradassem em revistas, faria umas experiências de pintar a cara em casa e sair na rua pra ver qual era a sensação, o que me agradava e desagradava… Acho esse exercício super válido! Porque mesmo que você pague um profissional, ele tem que saber o que você quer, caso contrário você vai se sentir que nem um manequim de vitrine, vestindo a roupa dos outros, e não a sua!

A caminho da igreja. A maquiagem tá novinha! O que me leva à dica nº 3: invista em produtos de longa duração e/ou à prova d’água, principalmente a máscara para cílios! Aliás, indispensável também é um batom de longa duração e eu sei que muitas vão reclamar da sensação ressecada que fica na boca, mas eu afirmo que vale o sacrifício! Passa um gloss incolor por cima pra esquecer um pouco o incômodo e bola pra frente! E se por acaso você não conseguir esses produtinhos, seleciona um kit emergência (batom, blush e corretivo, por exemplo) e deixa na bolsa de uma das madrinhas junto com a responsabilidade de te avisar quando for hora de dar uma retocada, pra sair sempre lindinha na foto. E desde já eu vou te falar que no mínimo depois da fila de cumprimentos TEM QUE retocar! É um tal de beijo pra lá, encosta bochecha pra cá que não tem maquiagem que segure!

Eu casei em Salvador, de manhã e em pleno verão! E pra completar o maquiador que eu havia contratado não apareceu, não me deixando opção a não ser de fazer minha própria maquiagem sozinha. Além do mais, qual salão estava aberto às 7h da manhã de um sábado pra me socorrer? Mas nem me estressei, ainda ajudei nos looks da minha mãe, da minha irmã e da minha sobrinha e o principal: amei o resultado! Investi no clássico, dei uma caprichada pra não ficar sem graça e acho que nenhum maquiador teria conseguido me deixar mais com a minha cara!

Prova de fogo: chorei quase a cerimônia inteira! E não é que não borrou? Tem que acreditar no rímel à prova d’água, gente!

Eu nem fiz o truque do retoque, então o que eu vou mostrar aqui é uma foto que tiramos bem mais pro finalzinho da festa para vocês perceberem a realidade nua e crua, kkkkkk!!!!

Não está “fresh”, mas dá pro gasto, e acho que quem segurou esse restinho de dignidade foi o batom, e o fato de nada ter borrado, principalmente na área dos olhos (pânico daquela olheira de borrão)! Um salve pr’os produtos longa duração, gente!!!

Então é isso! Se as dicas pareceram um pouco sem graça, é bom explicar que no dia do casamento você vai ter pacote completo (primer, base, corretivo, pó, blush, iluminador, bronzer, umas 4 sobras, lápis, rímel, lápis de sobrancelha, batom, lápis para lábios, gloss… só aí tem 17 produtos e a lista ainda pode crescer), o que por si só vai garantir um efeito bem mais completo e bonito. Fora isso, você vai investir em pequenos “plus” que vão ajudar bastante: se você costuma passa 1 camadinha básica de rímel, vale tentar passar umas 4! Se passa batom de qualquer jeito, experimenta fazer o desenho com um pincel, e assim por diante. No fim das contas, você vai ver que diferença! E no mais é se jogar e curtir o grande dia!!!

Kit básico de maquiagem

Esse post é em homenagem a Zinha, minha amiga querida que me mandou um dos email mais engraçados e espirituosos desde que eu comecei esse blog! Vou tentar responder as dúvidas dela aqui aos poucos, pois são muito boas!

A primeira coisa que eu queria responder é a questão mais importante que ela levantou: quem não é tão ligada em maquiagem mas quer ter um kit básico sem gastar muita grana, como faz? Sim, porque muita gente investe em um produto mais bacana e caro, mas tem que jogar fora porque ele estraga antes que a gente consiga usar todinho.

Por incrível que pareça, tem muita maquiagem boa e barata e eu vou sugerir pra vocês algumas pra formar o kit básico. Vamos esquecer primer, lápis para sobrancelhas, etc, etc, porque por mais que isso tudo tenha importância, estamos falando de pessoas que querem apenas algo leve no rosto que as deixem mais bonitas, algo simples de aplicar (nada de mil etapas, mil cantinhos diferentes do rosto pra pintar e mil pincéis) e simples de manter (pouco espaço no armário e pouco prejuízo no bolso quando o produto passar da validade).

Antes de sugerir alguns produtos específicos que eu já conheço, quero deixar aqui uma lista de marcas baratinhas para vocês irem se familiarizando e abandonando o mito de que só maquiagem cara é boa. Algumas caem no site da marca:

Água de Cheiro (linha AC Makeup), Anaconda, Avon (especialmente a linha Avon Trend), Elke (eu particulamente não gosto muito, mas muita gente gosta), Essenze di PozziEudora (??????????????), Koloss, Marchetti, Maybelline, Natura (linhas Faces e Aquarela), Natural Line, O Boticário (linha Intense), Tracta, Vult, Wet’n’WildYes! Cosmetics.

Bom, os produtos “tem que ter” são:

– Base: dêem uma olhadinha no meu post sobre bases baratinhas clicando aqui, lá tem várias sugestões. Base é fundamental, já dá uma igualada na pele e pode até dispensar o corretivo se sua pele estiver numa fase boa. Quem não gostar da sensação do produto na pele, coisa comum em lugares quentes, escolhe uma líquida bem levinha (as mais baratas normalmente são assim, o que é uma boa notícia) que a sensação vai ser parecida com a de um hidratante. Para exemplo, a base hidratante da Água de Cheiro custa aproximadamente R$ 15,00.

– Pó: se você tem pele seca ou mora numa região de clima seco e/ou frio, você pode tranquilamente cortar esse produto da lista. Minhas amigas soteropolitanas não vão abrir mão do produto e estão certíssimas! E é bom deixá-lo na bolsa para fazer pequenos retoques ao longo do dia e segurar aquele brilho da pele que vem com o suor. Eu aqui indico o da Vult que eu já tive e adorei. Custa R$ 15,00 em média.

– Corretivo: se você não se incomodar com as suas olheiras, veinhas, etc, não precisa de corretivo, mas cá pra nós, isso é raro! Dos baratos, o mais bem recomendado é o líquido da Tracta, que a gente acha tranquilamente nas Americanas e custa uns 20 reais.

– Blush: o tom você escolhe. Acho difícil falar que rosa não combina com negra ou marrom não combina com loira, vá para o que mais lhe agradar sem medo. Os mais “pau pra toda obra” são os tons rosados e os tons de pêssego. A minha sugestão aqui vai para o blush Anacoooonda que foi menos de 5 reais e a gente encontra até em alguns mercados.

– Sombra: opções não faltam, mas eu descobri uma marca bem baratinha recentemente, a Natural Line, que infelizmente não tem site mas tem mil opções de produtos inclusive uns trios de sombras bem bacanas por uns 18 reais. Esse que eu tenho (foto ao lado) é muito curinga porque todos os tons são usáveis sozinhos ou combinados entre si. Se for pra ter um conjuntinho só, aposte nos tons terrosos que são mais curingas. Essa marca eu vi em inúmeras lojas de produtos para cabelo, tipo Bel Center, Beauty, etc, mas nunca vi em mercado nem em farmácia.

– Rímel: pega qualquer um na Maybelline da linha Volum Express que você vai se dar bem. Maquiador profissional usa sem o menor constrangimento e eu também adoro! Custa em torno de 25 reais, tem versões à prova d’água e você acha em qualquer mercado ou farmácia.

– Lápis para olhos: a Maybelline tem um à prova d’água que é muito bom! É daqueles retráteis que você enrosca que nem batom (esse tipo é mais caro do que o em lápis, você quiser economizar um trocadinho pega o lápis). Aqui eu aconselho escolher um produto à prova d’água porque ajuda a não derreter e borrar, coisa muito comum em lápis para olhos, do mais barato ao mais caro. Se for pra escolher um só, pegue na cor preta, porque somado a qualquer sombra marrom você faz um look noite muito bom sem ter que investir numa sombra mais escura. Se você acha lápis preto pesado demais para o dia a dia, tenta fazer um tracinho mais fininho e esfumar que ele vai superbem. Preço do da Maybelline: R$ 16,00 em média.

– Batom ou gloss: não preciso dar dica nenhuma aqui porque todo mundo tem pelo menos um produtinho desses em casa. A Avon tem sempre um batom em promoção e eu os acho bem bons, além da variedade ser imensa. A Água de Cheiro tem batons por menos de 10 reais e eu adorei a variedade de cores e a consistência do produto. O Boticário e Natura têm suas linhas de maquiagem mais baratas, a Intense e a Aquarela respectivamente. Adoro os da Vult também. Enfim, opções não faltam e você pode tranquilamente comprar o seu sem ultrapassar 10 reais. Detalhe: o tom mais curinga de batom é o famoso “cor de boca”, que como o nome já sugere é bem discretinho. Lembrando que esse tom varia de pessoa pra pessoa, a depender do tom de pele. Durante o dia você usa sem medo e de noite você harmoniza superbem com um olho mais marcado sem ficar um visual carregado, coisa que pode acontecer se você usar um batom mais forte.

Somando: 124 reais por 8 produtos (média de R$ 15,5o por produto), muito baratinho!

ATENÇÃO, INFORMAÇÃO NOVA!

Débora me pediu indicação de demaquilante e eu digo sem hesitar: xampu Johnson’s! Sim, o amarelinho! Deixa ele dentro do box e de noite você lava o rosto com ele. É tiro e queda, só vai precisar de uma ajudinha se você estiver usando máscara a prova d’água, aí você passa um demaquilantezinho antes pra ir “amolecendo”.

E pincéis? Base e corretivo você pode passar com os dedos. Pó e blush, se não vierem com pincel próprio, você compra um daqueles retráteis que vão na bolsa e são super mão na roda (igual a esse da foto)! Sombra você pode escolher entre dedinho, aquele pincel básico que eu coloquei naquele post ou aquela esponjinha que vem na sombra ou que você pode comprar à parte.

Look concurso olho esfumado Contém 1g

Participei de um concurso da Contém 1g para ganhar uma paleta de sombras da marca e a exigência era mardar uma maquiagem de olho esfumado. Trabalhei nas cores acinzentadas e o resultado foi esse:

Fiz serviço completo: traço escuro com muito delineador contornando o olho inteiro e fazendo um puxadinho (tá mais pra puxadão) de gatinho no canto externo. Sombra bem brilhosa na pálpebra e bem escura fazendo o desenho no côncavo, que também era de gatinho. Iluminador embaixo das sobrancelhas e no canto interno do olho. Rímel em cima e em baixo.

Acabei fazendo um look completo porque o tema era maquiagem de inverno, então parti para lábios e bochechas num tom mais vinho / uva. Olha como ficou:

Estou descobrindo tantas assimetrias no meu rosto com essas fotos, ahahaha! Não dei o sorrisão porque iria esconder um pouco do efeito dos olhos. Usei aí o blush Framboesa da Avon que mencionei naquele post sobre blushes diferentes. Tá vendo como não vicou berrante? Aliás, combinou muito bem com o tom do batom, que da Vult também na cor vinho!

Sugestões para o dia das mães

Reuni algumas idéias de última hora para aquelas pessoas que ainda não compraram os seus presentes de dia das mães!

Eu realmente acredito que maquiagem pode ser um super presente porque hoje muitas marcas oferecem opções de produtos com atrativos para o público mais maduro: maquiagem que também é tratamento anti-sinais, produtos que mantêm o viço da pele, que aumentam o volume dos lábios e assim por diante. Fica uma coisa delicada e ao mesmo tempo elegante e tenho certeza de que qualquer mãe adoraria ganhar!

– O 3 em 1 da Revlon (base, corretivo e pó ao mesmo tempo) é mão na roda para deixar na bolsa e fazer retoques ao longo do dia;

– O Corretivo Iluminador do O Boticário, além de cumprir o seu papel básico de disfarce, adiciona luminosidade à pele, o que é ótimo para peles maduras;

– A base Age Rewind da Maybelline também é tratamento anti-sinais e é um dos produtos mais acessíveis do gênero;

– O pó fixador da Artdeco é ótimo pra passar na pele inteira antes e fazer a maquiagem render o dia todo;

– O Pré Maquiagem da Natura Una se propõe a dar aquela levantada na pele antes de receber a maquiagem (atenua linhas de expressão e poros dilatados, uniformiza…) e também possui ativos anti-sinais:

– O Strobe Cream da MAC promete ser um reparador instantâneo para a pele. Citando a descrição do produto que peguei na sacks:

 “(…) desestressa, revitaliza, hidrata, refresca e levanta qualquer pele com aspecto de cansaço ou sem viço. Contém uma mega dose de chá verde e vitaminas. Ilumina e clareia com partículas iridescentes e antioxidantes. Potencializa os efeitos da luz em todos os tipos de pele e em todas as condições de iluminação, seja a luz solar ou a de holofotes”;

– O pó mineral da Tracta tem partículas finíssimas que garantem um acabamento fino e delicado na pele.

E tem ainda mais sugestões:

 – A máscara Volumizer da Bourjois tem 2 formas de aplicar: com o pincel mais fininho para o dia a dia e com o pincel mais gordinho para produções mais elaboradas;

– O Long Wearing Lipstick da Sephora também é daqueles produtos que facilitam muito o dia a dia de qualquer mãe. Depois de passar não precisa ficar retocando o tempo todo;

– O blush em creme da NYX adiciona cor sem “tapar” a pele, o efeito fica supernatural e dá aquele brilhinho (do bem) com cara de pele radiante, muito importante para qualquer pele madura;

 – O Delineador em Pasta da Contém 1g é daqueles produtos superversáteis que podem ser aplicados de várias formas com aquele pincel chanfradinho: traço fino, traço grosso, só no cantinho, no olho todo… Fora que é mais fácil de passar do que um delineador líquido ou em canetinha;

– O Condicionador Labial com Retinol da linha Renew da Avon pode tanto ficar na bolsa quanto na mesinha de cabeceira pra passar antes de dormir. Super curinga;

– O trio de sombras Midnight Ocean da Eudora faz um olho completo fugindo do marronzinho básico que a maioria das mães já tem;

– O Pó Duo Bronzer do Duda Molinos é bem discretinho, ideal para quem quer dar um toque de cor no rosto sem correr o risco de passar da medida;

– O batom Color Riche Serum da L’Oreal hidrata e também é tratamento:

“Sua fórmula contém ácido hialurônico que hidrata e preenche a superficie dos lábios, colágeno que reconstrói a superficie desgastada com a idade e proxylane, que reforça o tecido dos lábios ajudando a manter a sua estrutura.” (fonte: sacks.com.br)

 Agora é só ir às compras e fazer sucesso no domingo!!!!

Prazer, Mary Kay!

Vocês já conheciam a marca? Pois acreditam que até hoje eu não sabia nadinha sobre ela? Mas depois da visitinha de Iuca, minha amiga de séculos, fiquei conhecendo e gostei muito! Quero em breve testar e contar pra vocês o que eu achei dos 2 produtinhos que comprei: o famoso primer e a sombra bafônica Navy Blue.

Olha aí o porquê da compra. Eu, que estou começando a me convencer da importância do primer agora, queria muito conferir o que é que ele tem de tão especial. Quando eu comprei o meu primeiro, que foi o aclamado Magix da Avon, fiquei um pouquinho relutante de adicionar mais uma etapa à maquiagem do dia a dia, que já faço sempre correndo. Então às vezes usava, às vezes não e tenho muito isso de “construir a relação” aos poucos, sabe? Se eu não me apaixonei por um produto de cara, eu nunca desisto dele, deixo na gaveta e num momento de benevolência (ahahahaha) eu lanço mão dele até descobrir uma forma bacana de usá-lo, e foi assim com o primer.

Bom, já a compra da sombra…

Acho que eu nem preciso explicar, né? Um azul desses e ainda por cima mate é das sombras mais lindas que já vi! Lembram quando eu comentei do Plumage da MAC? Sombra verde escura mate que eu paquerei por séculos (post aqui)? Pois é, essas duas sombras são ótimas para fazer um olho esfumado fugindo do preto, que todo mundo já conhece. Fiquei apaixonada! E como ela é imantada, vou guardar no meu estojinho da Artdeco que está vazio! Já estou vendo que de vez em quando vou acionar Iuca para comprar mais sombrinhas, ihihihihi… Achei várias lindas! E até as mais coloridas são muito usáveis no dia a dia! Lembrou muito a Clinique, que faz isso com maestria: monta umas paletas com cores vivas mas super neutras, se é que isso faz sentido, com as partículas brilhantes bem pequenininhas, de um bom gosto incrível, sabe?

E quem quiser também conhecer, fala com Iuca!!

9206.3255 (tim)

9931.9416 (vivo)

8673.9931 (oi)

3337.3695 (casa, só à noite mesmo)

icilea@gmail.com

 Face: Iuca Ikk

 Skype: icilea

msn: icilea@hotmail.com

Bom, é isso! Quero em breve mostrar um look aqui todo trabalhado na Navy Blue, ahahahaha! Aguardem!

Resenha iluminador labial Risqué Penélope Charmosa

Estava eu na fila da farmácia outro dia quando incluí na compra esse iluminador labial em pó da Risqué. Você já ouviu falar em iluminador labial em pó? Também não!! Então tive que levar pra entender, né? Hihihihihi!

Image

Image

Embalagem fofinha, preço: R$ 18,68 nas farmácias Bompreço.

Gente, a primeira impressão foi péssima! De cara, quando você tira o adesivinho que isola o produto, a tampinha de baixo é tão solta que vem junto, espalhando produto por tudo quanto é canto! Sem contar que de labial não tem nada. Isso é um iluminador puro e simples, e olhe lá!

Image

Que meleca…

Image

Tá vendo como a tampa é bem soltinha? Qualquer pezinho de vento ela voa! Fico arrasada quando a embalagem coloca o produto a perder!

Olha, tentei passar por cima do batom como o próprio fabricante sugere, mas sem condições! Não dá efeito nenhum, aliás, só faz borrar e empalidecer a cor do batom. Difícil de espalhar, um horror!

Minha esperança veio quando eu apliquei na pele. Gostei!!! Não para usar como iluminador, porque dá pra contar os brilhinhos e eu não gosto de iluminador assim, acho muito artificial. Mas gostei da ideia de usar como sombra na pálpebra móvel, porque é um efeito transparente, dá pra ver a pele por baixo, então é só pra dar um brilhinho bem difuso mesmo.

Image

Você pode usar também em cima de uma sombra, só no centro da pálpebra, para dar um ponto de luz. Fica uma graça.

Comprei uma coisa e acabei levando outra, que no fim das contas é boa, mas frustrou um pouco as minhas expectativas. Estava curiosíssima para testar um iluminador labial em pó e não foi dessa vez…

Look neutro: algumas formas de incrementar

Esse é o olho que usei hoje: bem neutro para acompanhar o batom berrante que eu havia escolhido.

Ia colocar no blog assim, purinho, mas suspeitei que não ia empolgar ninguém. Então resolvi mostrar aqui algumas formas de usar esse look como base para outras coisas mais interessantes adicionando um elemento novo por vez. Vocês vão ver mais adiante do que eu estou falando. Bom, primeiro o básico:

Simples pra caramba. Agora vamos às modificações. Fiz etapa por etapa para vocês irem acompanhando as mudanças aos pouquinhos. E fiz usando o mínimo de produto possível, para vocês verem o quanto a gente consegue de efeito diferente com pouca coisa. Super educativo, ahahaha!

Gostou de um look na metade do caminho do passo a passo? Então pára por ali, não precisa seguir as próximas etapas. Gostou da terceira e da quinta etapa, mas não da quarta? Sem problemas, vá compondo como você achar melhor! Depois me digam se gostaram desse tipo de post, tá? Porque eu posso repetir o mesmo raciocínio outras vezes.

Olha o antes e depois:

Os produtinhos que eu usei foram: lápis preto (magic kôhl da Givenchy), uma sombra iluminadora (eyes to kill nº9 da Giorgio Armani), uma sombra neutra (iced mocha da NYX), e um rímel (the falsies da Maybelline). Simples demais!

Passo a passo: look completo com apenas um pincel

Galera, primeiro passo a passo do blog! Fiz para provar toda a versatilidade do pincel que eu indiquei. Só usei ele, viu? Espero que vocês gostem!

Ah, comecei pela sombra mais clara porque se deixar por último vai borrar com o resto de sombra escura que tiver no pincel.

Se eu fosse escolher apenas 1 pincel de sombra…

Essa é a adaptação de uma dúvida da fofíssima Iris, que não gosta das esponjinhas que normalmente vêm nos estojos de maquiagem (e quem gosta?) e não quer ficar passando o produto com o dedo. Aí eu pensei: ao invés de indicar mil pincéis diferentes e mais confundir do que ajudar, vou eleger um modelo bem versátil, que resolve mil problemas ao mesmo tempo e é muito fácil de achar.

Parece ridículo de tão simples que é, mas a minha indicação é um bom pincel para sombra. Não é para esfumar, contornar, delinear, nada disso, é para simplesmente aplicar a sombra.

Mas como é esse pincel?

É bom vocês entenderem o conceito porque na hora de comprar, quando a vendedora falar “Mas você precisa de no mínimo 3”, você espertamente já sabe qual daqueles é o que você quer, compra e leva pra casa feliz e saltitante. Bom, ele é de cerdas macias (sintéticas ou naturais, não importa), meio achatado na base e mais fofinho na ponta, de corte redondado. Peguei algumas imagens aqui para mostrar pra vocês.

Repare que nenhum desses pincéis é igual ao outro, e é isso mesmo. Na verdade não vai fazer tanta diferença no efeito final, vai do seu gosto, do seu bolso, do que você encontrar, enfim.

O segredo para um pincel só render tantas funções (passar sombra iluminadora, na pálpebra, no côncavo e na linha dos cílios inferiores) é em primeiro lugar a forma com que você passa o pincel na sombra e em segundo a forma com que você passa o pincel no olho. O raciocínio básico é o seguinte: para passar a sombra em áreas maiores, use a área maior do pincel, e para passar a sombra em lugares mais específicos, use a área menor do pincel.

Exemplo: pra passar a sombra iluminadora debaixo da sobrancelha (= área maior), então pega o pincel, coloca ele mais deitadinho e encosta a lateral dele na sombra (= área maior do pincel). Pra passar a sombra na linha dos cílios inferiores (= área menor), pega o pincel bem retinho de cabeça para baixo e encosta só a pontinha na sombra (= área menor do pincel). Acho que deu pra entender, né? De qualquer forma, vou tentar colocar aqui a construção de um look passo a passo com um pincel que eu tenho bem nesse estilo.

E aí? Ajudou?