Maybelline no Bela Vista!

Abriram na sexta-feira passada os dois primeiros quiosques da Maybelline aqui em Salvador, um no Shopping Bela Vista e outro no Shopping Paralela e hoje eu fui conferir um deles de pertinho!

Maybelline Salvador Bela Vista 1

Nessa foto, ainda de “longinho”, rsrsrsrsrs! O quiosque do Bela Vista fica no primeiro piso, no centro do shopping, pertinho do elevador.

Estava super empolgada em finalmente poder experimentar os produtos da marca antes de comprá-los! Quem me acompanha no Instagram (@luisasuassuna, me segue!) viu a minha indignação quando vi que as Americanas tinham trancado os produtos da marca dentro de um armário de vidro, quer dizer, não só não tínhamos mostruário, mas agora nem podíamos pegar no produto lacrado! Agora com a chegada do quiosque muita gente vai ter que repensar a forma com que vende Maybelline. Concorrência saudável e quem sai ganhando é o cliente, adoro!

E fui testando, fui testando… E só de batom deu nisso:

Maybelline Salvador Bela Vista 2

Quase todas as cores do Super Stay 24h e do Hydra Extreme Matte numa única mão! Ui! Isso porque passei alguns tons de base no pulso, rsrsrsrs!

A vendedora foi super simpática e solícita, não pegava o produto pra passar em mim (odeeeeeeio quando fazem isso! EU quero pegar o produto, dá licença!), não empurrou nada… Gostei!

O quiosque é dividido em 3 partes: BOCA…

Maybelline Salvador Bela Vista 3

Que por sinal estava muito bem sortida, sabe quando tem uns buraquinhos vazios no display e você logo pensa que o dono está pirangando pra não abrir produtos pro provador? Isso é um crime, dá uma péssima impressão! Mas olha aí na foto tudo bem cheinho e variado! Não tirei a prova dos nove, mas acho que todas as cores dos produtos estão aí pra serem provadas à vontade!

…PELE…

Maybelline Salvador Bela Vista 4

Essa necessaire fofa vem de brinde para quem comprar mais de R$49,00 em produtos. Nessa parte eu vi que algumas cores do pó Super Natural estavam repetidas e que o BB Cream, produto chave da marca nesse momento, só tinha na cor clara. Uma pena, mas reparem que eles tiveram o cuidado de preencher todos os buraquinhos, nada de deixar o display com cara de abandonado!

…e por fim OLHOS…

Maybelline Salvador Bela Vista 5

Tinha todas as máscaras e delineadores em todas as cores e tipos (em lápis, retrátil e líquido). Só faltou mesmo uma variedade maior de duos (só tinha o lilás) e quartetos de sombras.

Tudo com o preço bem visível (aliás, sempre um tiquinho mais barato do que nas outras lojas), descrições curtas, fotos bacanas… Muito bem bolado! Ainda tem um espelhão com demaquilante, cotonetes, 2 pincéis para olhos e lencinhos para a gente fazer a festa!

Maybelline Salvador Bela Vista 6

Maybelline Salvador Bela Vista 7

Dá pra ver que o foco agora é no BB cream mesmo, né? Os outros tons têm que chegar logo!

Dei uma olhada no site brasileiro da marca e além das coisas que já comentei, vi que eles ainda não têm no quiosque aquela linha nova para controle de brilho:

Maybelline Salvador Bela Vista 9

E cá pra nós, sendo em Salvador, eles TÊM QUE vender essa linha! Qual o primeiro motivo para as mulheres daqui não usarem base/pó/corretivo? O brilho, a oleosidade que têm tudo a ver com o nosso clima! E não havia espaço previsto para eles no display, achei estranho porque eu já vi (e comprei!) produtos dessa linha em vários lugares da cidade! Bom, fica aqui a dica para incluir esse produto!

Ah, e o que foi que eu comprei mesmo?

Maybelline Salvador Bela Vista 8

Batom Super Stay 24h na cor 020, um vermelho dia-a-dia curinga e um Hydra Extreme Matte na cor 808, um vermelho tomate/alarenjado lindo!

Maybelline Salvador Bela Vista 10

Adorei as minhas comprinhas! Usei os dois juntos e deu nisso:

Maybelline Salvador Bela Vista 11

 

Maquiagem para noivas

Maio é mês das noivas e eu sei que muitas de vocês querem dicas para arrasar nesse dia especialíssimo, por isso eu vou falar sobre o que eu acho mais importante para levar como lema para seu maquiador ou para o seu momento maquiadora profissional, se você for fazer seu próprio look.

Algumas coisas são básicas:

Primeiro e mais importante, a maquiagem da noiva tem que ser embelezadora. Mas como assim? Toda maquiagem é embelezadora! Bom, não esqueça que temos 2 tipos básicos de maquiagem: aquela que te deixa mais bonita “conversando” com os seus traços e o seu tom de pele e aquela que também pode te deixar linda, mas fazendo justamente o oposto, apostando no contraste. As duas têm seu lugar e as duas podem ter um efeito final lindo, mas no grande dia é melhor você investir na primeira opção, não apenas porque é a mais “segura” mas porque o efeito final é de fato mais embelezador e mais atemporal. E vamos combinar que foto de casamento é pra sempre e é bom que a gente fique gatinha, né?

Dentro disso a gente pode pensar uma série de coisas. Quanto às cores, as branquinhas podem usar tons mais puxados pro rosa, cinza, ameixa, azul, enquanto as morenas para o marrom, coral, dourado, pêssego e por aí vai, já as negras seguram bem qualquer cor, desde que não muito claras, pra não chocar com a pele.

Quanto à aplicação da maquiagem, pense que você quer deixar seus traços mais nítidos, realçá-los para ficar mais bonita sendo você mesma, então vale a pena reforçar o desenho natural das sobrancelhas, contornar os lábios com um lápis na mesma cor do batom ou com a ajuda de um pincel usando o próprio batom, definir o olhar com algum contorno (como você preferir: com lápis, ou sombra escura, só no cantinho ou no olho todo), não abrir mão do blush “ar de saúde” nas maçãs do rosto e do iluminador. Sim, e não esquecer jamais de investir nos cílios! Aí vale uma máscara power sozinha ou somada a cílios postiços (quem não gosta muito da idéia pode adotar os em tufinhos que garantem o efeito de forma mais discreta).

ATENÇÃO: Se for contornar o rosto com bronzers ou afins muuuuuuuito cuidado, mas muito cuidado meeeeesmo! É muito fácil você sair se achando linda e nas fotos sair com cara de quem não tirou direito a máscara de argila! Pode ficar com cara de sujeira! Esse é o tipo de produto que, se você conseguir enxergar no rosto, tá demais.

Olha a fofinha se preparando.

Essa primeira regra pode ser esquecida se, e apenas seeeeee você já for filiada da maquiagem “contraste” no seu dia a dia. Traduzindo, se você é branquinha e vive de batonzão vermelhão, é negra e vive de batom claro, é de qualquer cor que o valha e abusa do delineador à la Amy, não abre mão disso na hora do casamento! O motivo é também a regrinha número 2: invista no que você já costuma usar. O motivo é simples, no dia do casamento você quer ser você!!! Claro que melhor, mais bonita, com uma pele incrível e tudo mais, mas indiscutivelmente você! Se você vive de batonzinho nude, será que vai ficar à vontade num cor de vinho bem no dia do casamento? A primeira impressão vai ser de encantamento ou de estranheza? Vai conseguir segurar?

Eu não sou muito a favor de quem não usa quase nada no dia a dia e decide compensar tudo no casamento! Pode dar super certo, mas se der errado o estrago é grande! E acho que é um dia tão especial, tão cheio de informação que se você conseguir se sentir confortável nesse aspecto, menos uma preocupação. Quem nunca usou batom forte vai abrir menos a boca com medo dos dentes estarem sujos, quem nunca usou postiços vai estranhar a piscada, quem nunca usou olho escurão vai ter medo de chorar… Vale a pena? Eu acho que não! Agora, se eu fosse do time “cara lavada”, ia fazer um esforcinho para me familiarizar antes: procuraria looks que me agradassem em revistas, faria umas experiências de pintar a cara em casa e sair na rua pra ver qual era a sensação, o que me agradava e desagradava… Acho esse exercício super válido! Porque mesmo que você pague um profissional, ele tem que saber o que você quer, caso contrário você vai se sentir que nem um manequim de vitrine, vestindo a roupa dos outros, e não a sua!

A caminho da igreja. A maquiagem tá novinha! O que me leva à dica nº 3: invista em produtos de longa duração e/ou à prova d’água, principalmente a máscara para cílios! Aliás, indispensável também é um batom de longa duração e eu sei que muitas vão reclamar da sensação ressecada que fica na boca, mas eu afirmo que vale o sacrifício! Passa um gloss incolor por cima pra esquecer um pouco o incômodo e bola pra frente! E se por acaso você não conseguir esses produtinhos, seleciona um kit emergência (batom, blush e corretivo, por exemplo) e deixa na bolsa de uma das madrinhas junto com a responsabilidade de te avisar quando for hora de dar uma retocada, pra sair sempre lindinha na foto. E desde já eu vou te falar que no mínimo depois da fila de cumprimentos TEM QUE retocar! É um tal de beijo pra lá, encosta bochecha pra cá que não tem maquiagem que segure!

Eu casei em Salvador, de manhã e em pleno verão! E pra completar o maquiador que eu havia contratado não apareceu, não me deixando opção a não ser de fazer minha própria maquiagem sozinha. Além do mais, qual salão estava aberto às 7h da manhã de um sábado pra me socorrer? Mas nem me estressei, ainda ajudei nos looks da minha mãe, da minha irmã e da minha sobrinha e o principal: amei o resultado! Investi no clássico, dei uma caprichada pra não ficar sem graça e acho que nenhum maquiador teria conseguido me deixar mais com a minha cara!

Prova de fogo: chorei quase a cerimônia inteira! E não é que não borrou? Tem que acreditar no rímel à prova d’água, gente!

Eu nem fiz o truque do retoque, então o que eu vou mostrar aqui é uma foto que tiramos bem mais pro finalzinho da festa para vocês perceberem a realidade nua e crua, kkkkkk!!!!

Não está “fresh”, mas dá pro gasto, e acho que quem segurou esse restinho de dignidade foi o batom, e o fato de nada ter borrado, principalmente na área dos olhos (pânico daquela olheira de borrão)! Um salve pr’os produtos longa duração, gente!!!

Então é isso! Se as dicas pareceram um pouco sem graça, é bom explicar que no dia do casamento você vai ter pacote completo (primer, base, corretivo, pó, blush, iluminador, bronzer, umas 4 sobras, lápis, rímel, lápis de sobrancelha, batom, lápis para lábios, gloss… só aí tem 17 produtos e a lista ainda pode crescer), o que por si só vai garantir um efeito bem mais completo e bonito. Fora isso, você vai investir em pequenos “plus” que vão ajudar bastante: se você costuma passa 1 camadinha básica de rímel, vale tentar passar umas 4! Se passa batom de qualquer jeito, experimenta fazer o desenho com um pincel, e assim por diante. No fim das contas, você vai ver que diferença! E no mais é se jogar e curtir o grande dia!!!

Os erros mais comuns, segundo os top maquiadores

O GNT fashion entrevistou os top maquiadores durante a semana de moda de Paris para saber quais são os erros mais comuns que nós cometemos quando nos maquiamos. Eu adorei o vídeo, vale muito a pena assistir (clica aí no link!!), mas preciso alertar vocês: alguns deles foram muuuuito críticos!

Link do vídeo: Erros mais comuns de maquiagem

Eu pensave que eles fossem mais nessa linha daí de cima. Eva, Kelly e Bradley, tadinhos, saíram muito mal nas fotos, e flash não perdoa nada!

Charlotte Tilbury (myface cosmetics), Val Garland (YSL) e Peter Philips (Chanel), eu amo vocês, mas dizer que existe cor de blush e batom “errado” para cada tom de pele, eu não concordo, pra mim essa frase sim é um erro (estou muito prepotente?). Simplesmente ao invés de apostar na harmonia das cores, a pessoa está optando pelo contraste, e qual o problema nisso?

Charlotte, Val e Peter: tsc, tsc.

Segundo Duda (Molinos), isso pode ser no máximo inadequado, porque não existe errado em maquiagem (joga, Duda!). Fernando Torquatto diz que nem sempre a maquiagem tem uma função embelezadora e é verdade! Não escutamos frequentemente dos nossos namorados/maridos que ficamos mais bonitas de cara lavada ou com pouca maquiagem? É a opinião deles, e nem por isso vamos abrir mão do nosso olho pretão que tanto gostamos porque o “bonito” é uma percepção subjetiva e muuuuito individual!

Se a gente for usar tudo sempre “ideal para o nosso tom de pele” vai ficar sem graça, não? As opções de cor vão ficar restritas, nossos looks vão ficar sempre parecidos e maquiagem pode ser uma coisa tão divertida! Pelo menos pra mim tem que ser!

E no mesmo vídeo Yadim Carranza diz que o maior erro é não experimentar coisas novas! DÁÁÁÁÁ-LHE YADIM, ahahahaha! Tom Pecheux diz que se maquiar dirigindo (lembram do vídeo de Nikkie?) e pesar na mão na hora de passar os produtos são os piores erros pra ele, e são de fato terríveis! E Pat, a deusa absoluta, melhor maquiadora do mundo, não falou de erro, apenas deu dicas pra escolher o tom de base! Não é uma fofa?

Yadim, Tom e Pat, seus fofos!

Sombras desidratam! Hein?!

Gente, fui ontem na Contem 1g do Salvador Shopping procurar um presentinho para minha irmã de dia das mães e arrematei uma sombra liiiiinda da coleção outono-inverno chamada Mink Acetinado que é um cinza com um fundo azulado, nem muito escuro, nem muito claro, super versátil. Tomara que Nany goste! Bom, mas o que me fez escrever o post não foi a sombra em si, mas um detalhezinho do atendimento que recebi que acabou virando dica aqui no blog.

Enquanto estava testanto mil sombras, de repente passei o dedo em uma e achei o a sensação áspera… Fui esfregar no dorso da mão e quase que não saiu produto. A vendedora justificou dizendo que era a falta de fixador de sombra (cof, tentando me empurrar outro produto, cof), a iluminação da loja, a minha mão que estava com resto de creme, enfim. Meninas, isso tudo pode ter influenciado, mas aprendam aqui o que realmente pega nessas horas.

Como vocês devem imaginar, os mostruários ficam ali expostos por horas e horas no ar-condicionado da loja. E o que ar-condicionado faz, minha gente? Resseca tudo que tenha água dentro, que o diga a nossa linda pele, não é mesmo? Sombras, blushes, bases, pós, tudo isso tem água e óleos em suas fórmulas, que muitas vezes são responsáveis por manter aquele monte de pó grudadinho e com a textura do jeitinho que tem que ser. Quando uma sombra fica aberta por horas, dias e até meses seguidos, não tem como manter sua qualidade. Tenho certeza de que aquela sombra era muito boa, mas acabou não passando no teste.

A dica que eu deixo é a seguinte:

– Consumidoras, se vocês passarem por uma experiência semelhante, lembrem-se: se a maioria das sombras do mostruário estão macias e pigmentadas e apenas algumas não estão, provavelmente é o produto que está velho e exposto há muito tempo. Não deixem de comprá-lo por causa disso.

– Lojistas, se vocês não querem perder venda por um detalhezinho desses, lembrem-se: orientem suas vendedoras para justificar o ocorrido da maneira correta e troquem o produto-amostra assim que ele começar a apresentar essas características.

Matéria sobre maquiagem na Veja

Gente, vocês viram a reportagem sobre maquiagem na Veja de 18 de abril?

Fiquei tão feliz! Minhas amigas já escutaram mil vezes os meus papos sobre o aumento do consumo de cosméticos no Brasil, que tem mil marcas estrangeiras vindo pra cá, etc, etc, então quando eu li a matéria, foi “Ah-há!” à primeira vista, kkkkkkk!!!

O meu lado administradora empolgada quer repetir que nem mantra a previsão de que em 2016 o Brasil deverá ser o maior mercado mundial para itens de maquiagem e perfumes. Maior que os EUA e o Japão, hoje líderes! Já pensou?

….Brasiiiillllllmmmm….mmmaiorrrrrr….mmmmercadoommmm…..mundialmmmm……ooooommmmm…..

TAPA!!!! Ãhn?! Ok, voltando. Sim, mas o meu lado fã de maquiagem comemora o uso de mais produtos pelas brasileiras (quem já não teve a fase só pó + gloss + lápis na linha d’água?), o esforço das marcas em oferecerem novidades e a vinda de novas marcas fantásticas para cá, como Benefit, Bare Minerals, Make Up For Ever… Algumas com lojas próprias, outras através da Sephora, que hoje vende online no que era a antiga Sack’s mas em breve abrirá lojas físicas também.

Destaco também a foto da lindíssima Vanessa Rozan (www.liceudemaquiagem.com.br), a menção que fizeram à musa dos tutoriais Julia Petit (http://juliapetit.com.br/category/home/) e à Ane do Eu Maquio (www.eumaquio.com). Todas lindas e muito entendidas no assunto. Não é à toa que os seus sites já estavam nas minhas recomendações aí à direita bem antes de eu escrever esse post. Cliquem que vale muito a visita.

Vanessa, Julia e Ane, para quem não conhece.

As únicas coisas que eu observo (lados “administradora” e “consumidora” falando juntos) é que muitas das marcas que querem pegar carona nesse crescimento têm preços bem salgados, e apesar do aumento do poder de compra, não é todo mundo que vai topar pagar mais de 100 reais num tubinho de rímel. Infelizmente é muito caro trazer um produto de fora para o Brasil, principalmente aqueles das marcas mais badaladas (as chamadas “high-end brands“), e talvez elas precisem pensar em novas propostas para baratear e alcançar um público maior. Veremos.

Até lá, torço para que marcas grandes similares à nossa Maybelline cheguem por aqui, tipo Covergirl, sabe? É tão bom ir no mercado ou nas Americanas e dar uma conferida nos produtinhos…

Última observação: preciso aprender a escanear melhor, né? Ok, anotado.