Blushes diferentes: não tenha medo!

Diferentes pra não dizer estranhíssimos, ahahahaha! Esses que eu vou mostrar fazem parte do meu acervo e mais adiante vou mostrando como eles ficam no rosto um a um, para provar pra vocês que eles funcionam muito bem SE usados na medida certa. E usar blush na medida certa não é tão difícil quanto parece, vamos com calma que eu ensino, tá?

Eu adoro esses blushes porque eles chamam a atenção para a pele, ponto muito subestimado na maioria das maquiagens, que giram sempre em torno de um bocão ou de um olhão, o que pra mim é uma pena… Massss, como nas últimas semanas de moda se falou muuuuito em pele com a moda dos BB creams, ainda não tão conhecidos por aqui pelo menos, acho bacana começar a falar mais sobre pele e as mil formas possíveis de deixá-la mais bonita e interessante.

O rosão é da Anacoooonda, cor Red

O cor de uva é o Framboesa, edição limitada da Avon (detalhe que na revista parece que é cor de vinho, comprei pensando que ia ser um tom completamente diferente, mas adorei mesmo assim)

O marrom em bastão de textura cremosa é da ELF na cor Toasted e tem muitos brilhos, coisa um pouco mais difícil de usar. Mas na verdade eles chamam de “all over color stick”, ou seja, um bastão colorido de usar em qualquer lugar. Eu é que gosto de usar como blush.

E o laranjão é o Cinnamon da NYX

Assustou? Então olhem as amostras no braço para vocês se assustarem ainda mais, kkkkkk!

Já pensou isso aí nas bochechas? Ui!

E aí vem o truque lógico: você não vai passar desse jeito nas bochechas. Aliás, loooonge disso!!! Você vai esfregar o blush só um pouquinho no produto, vai deixar um monte pro santo e vai passar muito bem espalhadinho na parte alta das maçãs do rosto. Se você fizer isso bem sutilmente, na medida certa, vai ficar um efeito lindo, e quem olhar pra você vai morrer de se perguntar o que foi que você fez sem saber responder. Ficaram com vontade de experimentar?

Anúncios

Anacooooonda

Não é o nome mais esquisito pra marca de maquiagem, gente? Só consigo falar esticando o “o”. E lembram daquele filme podre sobre uma super jiboia na Amazônia que comia todo mundo e que tinha J.Lo. “pré-meu-primeiro-milhão” no elenco? Pois é, anacoooonda é nome de filme ruim e de maquiagem barata. Fiquem sabendo, viu?

Bom, estava eu no Bompreço da Bonocô e dei uma passada na seção de maquiagem, porque mesmo sabendo que dificilmente vou achar algo interessante, brasileiro não desiste nunca, não é verdade?

Imagem de parte da seção de maquiagem da loja.

Tinha Elke, Maybelline, Anacoooonda e uma marca outra que esqueci o nome, que vende essas paletas grandes de sombras. Maxline? Max alguma coisa… Olha aí uma dica pra quem gosta de paletas com mil sombras:  54 sombras por R$ 29,90 ou 12 por R$ 18,90. Só não me pergunte se são boas.

Minha primeira reação foi “gente, Anaconda ainda existe!” porque minha mãe, há muitos e muitos anos, tinha uns batons da marca que ela gostava muito, até fazia estoque e desde lá nunca mais tinha ouvido falar. Vocês conhecem essa marca?

Bom, fucei e achei 2 coisinhas legais: um blush (R$ 6,21) e um batom (R$ 4,32), todos em tons puxados pro pêssego. Difícil resistir baratinho assim, né? Levei na hora.

Blush Charme e batom Platina Angel. Eita nominhos cafonas!

Aprovei, viu? Duram bem, pigmentação boa. Só tenho 2 ressalvas: quando a maquiagem é muito barata, eu evito levar na bolsa porque as embalagens normalmente são vagabundas e quebram, ou simplesmente abrem melecando tudo que encontram pela frente. A outra coisa é que o cheiro é forte. O blush tem cheiro de produto de limpeza e o batom, adivinhem? De batom barato, kkkkkk! Mas nada que incomode, pelo menos não me incomodou.

Descobri que eles tem site, e que vendem online! Dei uma fuçada e achei só um pouco difícil de escolher as cores, porque as imagens são bem pequenas. Os preços são beeeem acessíveis e a linha surpreendentemente variada. Se ficou curiosa, clica pra saber mais!